PUBLICIDADE

Acidente de ônibus que vitimou Boa-viagenses completa 4 anos de dor para familiares e amigos

O dia 18 de maio de 2014, uma manhã de domingo, ficou marcado na história do Município de Boa Viagem como um dos mais tristes de sua história.

Postado por: Sert News

18/05/2018 às 14h32 atualizado em 30/05/2018 às 14h42

Acidente de ônibus que vitimou Boa-viagenses completa 4 anos de dor para familiares e amigos
Lateral do veículo que mutilou os passageiros ao tombar na BR 020 em Canindé.

Nessa data, por volta da 7 horas da manhã, o ônibus intermunicipal nº 0241090, placa NVC 8393, da Viação Princesa dos Inhamuns, saiu do Terminal Rodoviário Samuel Alves da Silva com destino à cidade de Fortaleza e sofreu um grave acidente no km 303 da Rodovia Federal Presidente Juscelino Kubitschek de Oliveira, a BR-020, pouco depois de chegar dentro do perímetro da Zona Urbana da cidade de Canindé. A primeira versão sobre esse acidente afirmou que ele foi causado pela imprudência de um motociclista que, irresponsavelmente, tomou a frente do ônibus e fez com que o motorista acionasse os freios de forma brusca, o que causou a explosão de um dos pneus e o imediato tombamento do veículo na pista. Segundo as informações fornecidas pelo portal de notícias G1, edição on-line do dia 18 de maio, temos um breve relato desse acontecimento:


“O motorista do ônibus também sobreviveu ao acidente. Ele informou à polícia que um motociclista que seguia à sua frente teria freado bruscamente. Na tentativa de evitar a colisão, o condutor perdeu o controle do ônibus e tombou. A polícia disse que o teste etilômetro foi realizado com o motorista do ônibus e deu negativo. Equipes do Corpo de Bombeiros, Polícia Militar e Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) estiveram no local. O veículo já foi desvirado. Segundo a PRF-CE, há uma faixa da BR-020 interditada, mas o trânsito na região está fluindo, apesar do grande número de curiosos. Em nota, a empresa Princesa dos Inhamuns lamentou o acidente e afirmou que ‘continua tomando todas as providências necessárias para o atendimento aos passageiros e aos familiares concedendolhes total apoio’. A empresa não divulgou o número e a lista de passageiros do ônibus. Na noite deste domingo, o núcleo de Perícia Forense de Canindé confirmou a morte de 18 pessoas no acidente. Anteriormente, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e autoridades municipais haviam informado que o número de vítimas passava de 20. Após as identificações, o número foi reduzido para 18. De acordo com o supervisor da Pefoce de Canindé, Paulo Granjeiro, a maioria dos corpos foi reconhecida. Dos 18 mortos confirmados, oito corpos foram transferidos para Fortaleza. ‘Os transferidos foram os mais mutilados no acidente. Tem a questão da logística e dos procedimentos técnicos e legais para a identificação dos corpos para serem liberados’, afirmou. Para o trabalho de identificação dos corpos, os peritos trabalharam com uma lista de 46 passageiros e dois funcionários. Os 10 corpos que ficaram na Pefoce de Canindé foram liberados ainda no domingo (18). A maioria das vítimas morava no município de Boa Viagem.”

 

Muitos de seus passageiros, alguns idosos, vinham dormindo sem o cinto de segurança e não perceberam o momento do impacto, o que fez aumentar ainda mais a quantidade de vítimas fatais. Quando o ônibus tombou na pista ele saiu deslisando por cima de um meio fio que existe no cruzamento, o que lhe manteve a alguns centímetros acima do nível do solo, o que serviu para mutilar os corpos de seus passageiros.

De acordo com a matéria publicada pelo jornalista Alex Pimentel no jornal Diário do Nordeste, edição on-line do dia 18 de maio de 2014, temos uma noção da comoção causado por esse fato em Canindé:

“Algumas horas após o acidente na BR-020, o tombamento de um ônibus da empresa Princesa dos Inhamuns, causando a morte de dezenas de passageiros que seguiam das cidades de Boa Viagem e Madalena com destino à Fortaleza, na manhã deste domingo, dezenas de internautas passaram a postar mensagens de solidariedade aos familiares das vítimas. O número e os nomes dos mortos ainda não foram informados pela Polícia. O brigadista do Ibama Everson Weydson, residente em Quixadá, estava hospedado em um hotel na cidade de Canindé quando tomou conhecimento do acidente. Ele não pretendia sair do apartamento, mas logo soube haver dezenas de feridos e mortos. Com possui curso de primeiros socorros ele seguiu para o local. Várias equipes já estavam socorrendo os feridos, enquanto outros reuniam os corpos espalhados pelo chão. Ele fotografou o momento em que o guincho erguia o ônibus.”

 

Ainda com as informações do portal de notícias G1, edição do dia 19 de maio, logo que aconteceu o desastre todas as equipes de saúde do Município de Canindé e das cidades vizinhas, inclusive de Boa Viagem, foram acionadas, contando também com o apoio de dois helicópteros.

“O Departamento Estadual de Trânsito do Ceará abriu inquérito nesta segunda-feira, dia 19, para apurar as causas do acidente envolvendo ônibus da empresa Princesa dos Inhamuns, ocorrido na manhã de domingo, dia 18, no quilômetro 303 da BR-020. O acidente resultou na morte de 18 pessoas. Segundo o Detran, o ônibus envolvido no acidente encontrava-se regularmente cadastrado, possui 4 anos de fabricação e laudo técnico de vistoria realizado em 26 de fevereiro de 2014. O Detran vai avaliar informações do tacógrafo, sistema de GPS, cumprimento das escalas dos motoristas, o Boletim de Acidente de Trânsito da Polícia Rodoviária Federal, bem como o laudo em elaboração pela Perícia Forense do Estado do Ceará. Das 48 pessoas que estavam no ônibus que tombou matando 18 pessoas, 11 foram trazidas para o Hospital Instituto Doutor José Frota, no Bairro Centro, em Fortaleza. De acordo com o chefe do plantão do instituto, Alex Mont’Alverne, os 11 pacientes seguem na unidade hospitalar, mas estão fora de perigo, apesar de terem chegado em estado grave. Segundo a secretaria de Saúde de Canindé, há pacientes também na UPA e no hospital da cidade e, em um hospital particular. ‘Havia suspeita de lesões graves em alguns deles. Sendo assim, tiveram que se submeter a cirurgia. Neste momento, todos se encontram em estado estável. Tudo indica que deverão ser liberados agora pela manhã’, disse. Segundo a polícia 16 pessoas morreram na hora do acidente. Ainda segundo Mont’Alverne pacientes tiveram membros amputados. ‘Três foram submetidos a procedimentos ortopédicos. Dois deles sofreram amputação, pois tinham esmagamento nos membros. Eles estão agora na enfermaria, conversando e conscientes’. Alex Mont’Alverne acrescentou que graças ao rápido atendimento os 11 pacientes se salvaram. ‘Apesar do risco eles foram atendidos a tempo e estão fora de perigo. Os pacientes que não precisaram passar por cirurgia ficaram em observação para ver se havia alguma alteração. Graças a Deus tudo foi tranquilo’, disse Mont’alverne. Um ônibus da empresa Princesa dos Inhamuns tombou às 8h45 da manhã deste domingo, no trecho urbano da BR- 020, no Km 304, em Canindé. Segundo a empresa, o ônibus saiu de Boa Viagem, interior do Ceará, às 7h e tinha a previsão de chegar a Fortaleza por volta das 11h10min. A PRF-CE informou que o acidente aconteceu no triângulo que dá acesso ao Centro da cidade. Os passageiros feridos foram levados para o hospital municipal e a Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Segundo a Secretaria de Saúde de Canindé, 15 pessoas foram transferidas para o Hospital Dr. José Frota (IJF), em Fortaleza.”

 

 

 

OS PASSAGEIROS DO DESASTRE:

O veículo saiu do Terminal Rodoviário Samuel Alves da Silva pontualmente às 7 horas da manhã e no seu trajeto saiu apanhando outros passageiros, a previsão de sua chegada ao Terminal Rodoviário Engenheiro João Tomé, na cidade de Fortaleza, estava prevista para as 11 horas da manhã.

Após o acidente, logo à noite, por volta das 18 horas, a assessoria de imprensa da empresa divulgou uma relação com os nomes das vítimas:

1. Adaísa Bezerra Rodrigues;

2. Alexandre Santos;

3. Ana Bezerra do Nascimento;

4. Ana Oliveira Felix;

5. Antônia Isabely da Silva Monte (Ferimentos leves);

6. Antônia Vanderlania;

7. Antônio Carlos da Silva (Óbito);

8. Antônio Fernando Oliveira Lima (Óbito);

9. Cristiane de Sousa Paulino (Ferimentos graves);

10. Dalvina Oliveira Almeida (Ferimentos leves);

11. Danilo Xavier;

12. Francisca Helen A Silva;

13. Francisca Luana Santos Silva (Óbito);

14. Francisca Simião da Silva (Ferimentos leves);

15. Francisca Venâncio da Silva (Óbito);

16. Francisco Adriano Nascimento Silva (Óbito);

17. Francisco das Chagas Pereira Costa (Ferimentos leves);

18. Francisco Douglas Sousa Uchôa (Ferimentos graves);

19. Francisco Elson Saraiva (Ferimentos graves);

20. Francisco Moura Lima (Óbito);

21. Francisco Reginaldo da Glória (Óbito);

22. Helena Alves de Morais Silva (Óbito);

23. Hilda Inácio dos Santos (Ferimentos graves);

24. Jeane Nunes da Silva;

25. João Nunes da Silva (Ferimentos graves);

26. João Paulo de Oliveira Santos (Óbito);

27. João Vieira Sobrinho (Ferimentos graves);

28. José Alves de Sousa (Ferimentos leves);

29. José Evangelista de Castro Filho (Óbito);

30. José Iram de Freitas;

31. José Nunes Pereira (Ferimentos graves);

32. José Ribamar Lima Oliveira (Ferimentos graves);

33. Lucas Mateus;

34. Márcia Viana Barbosa (Óbito);

35. Maria de Fátima Farias (Ferimentos leves)

36. Maria de Oliveira Magalhães (Óbito);

37. Maria Inês Marreiro dos Santos (Ferimentos graves);

38. Maria Lucimar Rodrigues Mesquita (Ferimentos leves);

39. Maria Rosary Pereira (Óbito);

40. Maria Vera Lúcia Morais (Ferimentos graves);

41. Maria Viana Barbosa (Óbito);

42. Patrícia da Silva Oliveira (Óbito);

43. Rita do Nascimento (Ferimentos graves);

44. Raimundo Barbosa (Ferimentos graves);

45. Sirleuda Gomes Freire da Glória (Óbito);

46. Vilauda Venâncio Barbosa (Óbito);

47. Yara (Ferimentos leves);

48. Wesley da Silva Monte (Ferimentos leves).

É bom lembrar que alguns desses passageiros eram crianças, outros eram da tripulação do ônibus, e não tinham bilhete de passagem.

FONTE: Portal História de Boa Viagem

0 Comentário (s)