PUBLICIDADE

Bairros de Boa Viagem recebem equipes para exames de Calazar em animais

Bairros prioritários são Padre Paulo e Tibiquari, locais onde houve vítima de óbito por conta da doença.

Postado por: Sert News

30/05/2018 às 14h54 atualizado em 05/06/2018 às 12h38

Bairros de Boa Viagem recebem equipes para exames de Calazar em animais
Foto: Divulgação ACE'S

Boa Viagem. Esta semana, equipes de Agentes de Combate a Endemias e funcionários da Secretaria da Saúde de Boa Viagem estão realizando Exames de Leishmaniose - doença conhecida popularmente como Calazar.

Animais, em especiais, cachorros e até gatos estão recebendo uma atenção especial dos agentes para a coleta de sangue que detecta a presença ou não do virus que pode transmitir a doença para humanos através da picada de inseto - Mosquito Palha.

Recentemente a doença deixou uma vítima que residia no bairro Padre Paulo, local onde está concentrado os trabalhos junto ao bairro Tibiquari. 

Sobre a doença:

Leishmaniose é uma doença causada por um protozoário e é uma antropozoonose. Isso quer dizer que esta doença é própria de animais, mas pode ser transmitida de maneira acidental para seres humanos.

No caso da leishmaniose, o protozoário parasita é transmitido entre animais (cães, roedores) através da picada de certos tipos de mosquito. Quando o mosquito infectado pica um ser humano, a doença é transmitida para o homem.

Através da picada do mosquito-palha infectado, o parasita causador da leishmaniose é transmitido para o ser humano ou animal e a doença se instala.

Os sintomas da leishmaniose variam de acordo com o tipo da doença.

A suspeita da leishmaniose costuma surgir devido a descamação e úlceras na pele. A doença, especialmente na versão visceral, pode passar despercebida por meses, e é comum que seus sintomas sejam confundidos com outras doenças como a malária, a febre tifóide e a 

Portal Sert News | Tudo o que Acontece

 

 

 

0 Comentário (s)