PUBLICIDADE

Boa-viagenses passam a desacreditar de Adutora após mais um mês sem início das obras

Medida em que o tempo passa a crise hídrica se alastra pelo município

Postado por: Sert News

31/01/2018 às 17h40 atualizado em 11/02/2018 às 22h19

Boa-viagenses passam a desacreditar de Adutora após mais um mês sem início das obras
Reprodução

Boa Viagem. Chegado os 31 dias do ano 2018, o Boa-viagense continua sem espectativas para a construção da Adutora de engate rápido com água oriunda do açude Umari em Madalena - município vizinho, que foi prometida a quase um ano atrás pelas principais lideranças locais.

Enquanto aguardam pela adutora, os moradores deste município do Sertão Central atravessam um colapso no abastecimento d'água. "A gente depende da chuva para acabar com esse sofrimento. Quando chove, tem vida. Quando a gente passa por uma estiagem como a atual, apenas sobrevivemos", disse Maria Lourdes, moradora da localidade São José, zona rural.

Nas redes sociais o desabafo de populares mostram a instatisfação com os anuncios publicados anteriormente pela pagina da Prefeitura de Boa Viagem, programas em emissoras de rádio e perfil oficial da gestora Aline Vieira, criando espectativas para a tão sonhada obra que amenizaria o colápso enfrentado pelos munícipes.

A adutora prevista para o início de 2018 ainda não saiu dos anuncios nas redes sociais e, a medida em que o tempo passa a crise hídrica continua deixando um rastro de tristeza, falta de alimento para o produtor que depende do líquido para o plantio e o principal, o consumo da maioria dos moradores que não possuem condições para comprar água de carros pipas particulares.

No ano onde o eleitor deverá ir as urnas para renovar ou manter os seus representantes, é perceptivel o descontentamento do público eleitor local com os deputados e deputadas votados na cidade bem como com seus líderes locais. 

O Boa-viagense hoje conta apenas com poços profundos e a operação Pipa do Exercito Brasileiro em parceria com a Defesa Civil, além de remanejo de água do sub-solo do açude Vieirão com um sistema emergêncial montado pela equipe do SAAE para captar água e enviar para as residência a cada 15 dias.

É chegado o período da pré estação chuvosa e segundo a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos a probabilidade de boas chuvas para todo o estado é de 40%.

Nas redes sociais a Prefeitura até o fechamento desta matéria não se pronunciou sobre a obra.

Portal Sert News | Tudo o que Acontece

0 Comentário (s)