PUBLICIDADE

Jovem é morto por homens no Ceará em Ritual de Magia Negra

Dois homens foram presos e outros três suspeitos, já identificados, são procurados pela polícia.

Postado por: Sert News

25/05/2018 às 16h34 atualizado em 25/05/2018 às 16h34

Jovem é morto por homens no Ceará em Ritual de Magia Negra
Divulgação da Policia

Dois homens presos por torturar e matar Jheyderson de Oliveira Xavier, ativista que atuava em defesa do público LGBT, afirmaram à polícia que assassinaram o jovem num ritual de magia negra para "baixar o espírito de satanás e melhorar de vida", conforme relatou o delegado Jerffison Pereira. O crime ocorreu na sexta-feira (18) em Iguatu, no do centro-sul do Ceará, e os suspeitos foram presos nesta quarta (23).

 

"Eles disseram que faziam esse ritual porque queriam baixar o espírito do satanás para ajudá-los, porque eles estavam com muito azar e queriam melhorar de vida. Eles achavam que baixando o espírito do satanás, eles teriam mais sorte nas ações, ganhar mais dinheiro, melhorar de vida".

 

Conforme apontou o delegado, Roberto Alves da Silva (41 anos) e Gleudson Dantas Barros (30 anos) foram presos em flagrante e indiciados por homicídio qualificado, ocultação de cadáver e posse ilegal de arma de fogo. Jheyderson estava desaparecido desde a sexta-feira (18). O corpo foi encontrado nesta quarta-feira (23) em uma cova rasa, com um tiro na nuca.

A polícia agora procura outros três suspeitos de participarem do crime. Todos já foram identificados.

Jhey de Oliveira, como era conhecido, tinha 24 anos e era estudante do curso de serviço social no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE). A instituição emitiu uma nota de pesar pela morte do jovem. "Sensibilizamo-nos com a família, amigos e com os professores e colegas de curso, a quem prestamos nossa solidariedade."

A vítima também era ativista em defesa de direitos de gays, travestis e transexuais no interior do Ceará e realizava serviços sociais em Iguatu. O corpo apresentava sinais de tortura e ele foi morto com dois tiros.

Magia negra

Na casa pr�³xima ao local onde a v�­tima foi enterrada, a pol�­cia encontrou objetos relacionados ao ocultismo. (Foto: Arquivo/Pol�­cia Civil)

O local onde a vítima foi encontrada fica a dez metros de uma residência no distrito de Suassurana, onde estavam dois dos suspeitos do crime. De acordo com o delegado Jerffison Pereira, na casa foram encontrados "livros de magia negra e ocultismo", um revólver 38 com munição, duas cápsulas de projétil já disparados, o celular da vítima, esculturas de entidades relacionadas a ocultismo, um crânio humano, "além de outros objetos relacionados a rituais satânicos".

Segundo as informações apuradas pela polícia, os dois presos são praticantes de rituais de magia negra.

Depoimento 'mentiroso'

Ainda conforme o delegado Jerffison Pereira, colegas da vítima informaram que Jhey de Oliveira havia faltado a aula na sexta-feira para se encontrar com um dos suspeitos do homicídio. "O suspeito deu um depoimento extremamente mentiroso, ele caiu em contradição. Ele disse que não via o Jheyderson desde novembro do ano passado, mas a gente encontrou imagens de uma câmera de segurança que mostra ele saindo com o pai de santo na sexta-feira [18]", diz.

O delegado aponta ainda que o suspeito foi reconhecido nas imagens pelos próprios pais. "Ele [o suspeito] puxa a perna [resultado de uma deficiência física] e aparece nas imagens usando uma mochila que também estava na casa dele", detalha o policial civil.

FONTE: Portal G1

0 Comentário (s)