PUBLICIDADE

Por 4 votos a 3, TSE absolve Michel Temer

Decisão mantém presidente no cargo; chapa Dilma-Temer era acusada de abuso de poder político e econômico na campanha de 2014

Postado por: Sert News

09/06/2017 às 20h32 atualizado em 09/06/2017 às 20h32

Por 4 votos a 3, TSE absolve Michel Temer
Reprodução

Nesta sexta (9), o quarto dia de julgamento da chapa Dilma-Temer no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) começou com a conclusão do voto do relator. O ministro Herman Benjamin votou pela cassação da chapa Dilma-Temer.

Após o relator, o primeiro ministro a votar foi Napoleão Nunes Maia, que votou contra a cassação. Em seguida, foi a vez de Admar Gonzaga e a de Tarcisio Vieira, que seguiram o voto de Napoleão.

Já o ministro Luiz Fux votou procedente o pedido pela cassação. Rosa Weber começou seu discurso votando também da mesma maneira que o relator e utilizou seu tempo de discurso para reforçar os argumentos.

A decisão final foi do presidente do TSE, Gilmar Mendes, que absolveu a chapa de 2014 e livrou Temer da cassação.

As análises sobre o julgamento são feitas por Diogo Rais, professor de direito do Mackenzie e pesquisador da FGV-Direito em São Paulo.

 

FONTE: Folha de São Paulo

0 Comentário (s)