PUBLICIDADE

Preço do morango tem queda de 31% na Ceasa do Ceará

O preço do Maracujá registrou diminuição nos preços de 21,43%.

Postado por: Sert News

04/07/2017 às 23h55 atualizado em 04/07/2017 às 23h55

Preço do morango tem queda de 31% na Ceasa do Ceará
Morango é comercializado por R$ 20, 00 o quilo. (Foto: Reprodução EPTV)

As hortaliças, frutas e cereais comercializados durante o mês de junho na Centrais de Abastecimento do Ceará (Ceasa) registram redução nos preços se comparados ao mês de maio. A fruta que mais apresentou queda no quilo foi o morango com redução de 31% passando de R$29,00 em maio para R$20,00 em junho. Em seguida aparece o maracujá com redução de 21,43% passando de R$ 4,20 em maio para R$3,30 em junho.

Ainda no setor das frutas aparece acerola com 13% de redução, passando de R$ 4,20 para R$3,65 e a uva Itália com redução de 11,25% vendida por R$4,00 em maio e agora em junho sendo comercializada por R$3,55.

 

Hortaliças

 

Em relação às hortaliças o pimentão também apresentou 22% de queda passando de R$1,67 para R$1,30. O tomate também está em destaque apresentando queda de 21%. O alimento era vendido em maio por R$3,20 e caiu para R$2,50 em junho. No setor de cereais aparece o feijão de corda com 19% de queda, passando de R$4,80 para R$3,85 e o feijão Preto, passando de R$ 5,00 para R$ 4,20, uma queda de 16%.

Odálio Girão explica que no caso a queda no preço morango tem relação com a forte safra do sul de Minas Gerais e nos estados do Espírito Santo e São Paulo. No caso da Uva Itália coincide com as boas colheitas no Vale do São Francisco em Pernambuco, Petrolina e também em Juazeiro da Bahia.

Já o maracujá tem produção no Ceará e a forte safra da Região da Serra de Ibiapaba e também nos municípios de São Benedito e Guaraciaba do Norte, além das safra da Bahia contribuiu para a redução nos preços. A acerola também é produzida no Ceará na Região Metropolitana de Fortaleza, precisamente no município de Maranguape. Já a banana esta em safra e é bastante produzida no Maciço de Baturité.

 

Em relação ao feijão preto coincide com a safra e colheita do Paraná e o feijão de corda é a safra do nordeste principalmente nos estados de Pernambuco, Piaui e Bahia. Já O tomate a Couve Flor estão sendo produzidos em grande escala na Serra de Ibiapaba e chegando no mercado com bons preços.

FONTE: Portal G1 Ceará

0 Comentário (s)