PUBLICIDADE

Procissão encerra, hoje, os festejos em Canindé

Para muitos romeiros, a procissão com a imagem de São Francisco representa o ápice dos festejos

Postado por: Sert News

04/10/2017 às 15h31 atualizado em 04/10/2017 às 15h31

Procissão encerra, hoje, os festejos em Canindé
Uma multidão acompanhou a abertura da festa, na madrugada do dia 24 de setembro. Outros tantos fiéis estão previstos para o encerramento da festa, no

Canindé Mais de 20 mil romeiros deverão participar no fim da tarde desta quarta-feira (4), da procissão de encerramento dos festejos em homenagem a São Francisco das Chagas, em Canindé. Essa é a estimativa dos organizadores para este dia dedicado ao Santo. O início do cortejo está previsto para as 17h. A concentração ocorrerá na Praça da Basílica. Do santuário franciscano, os devotos percorrerão as principais avenidas da cidade. O esquema de segurança será o mesmo utilizado na abertura da festa, no dia 24 de setembro.

Para muitos romeiros, a procissão com a imagem de São Francisco representa o ápice dos festejos. Por isso, segundo a administração da paróquia, que neste ano também comemora o bicentenário da sua criação, o número de fiéis a chegarem à cidade, ainda pela manhã, deve dobrar. Às 9h, a Paróquia Santuário de Canindé realizará a última missa santa na Quadra da Gruta, onde, nos últimos nove dias, foram celebrados cultos às 5h, 7h, 9h, 11h e 16h. Entretanto, o último ato religioso ocorrerá amanhã, ao meio-dia, com o arreamento da bandeira.

Momentos marcantes

Até o ato final os festejos, tiveram outros momentos marcantes, como a tradicional Missa dos Vaqueiros, celebrada no Parque de Exposição. A missa ocorreu após a cavalgada realizada pelos vaqueiros, partindo da estátua de São Francisco das Chagas em direção ao local da celebração, que completou 47 anos como parte da programação das homenagens ao padroeiro.

Outros momentos marcantes dos festejos foram a procissão do Painel de Francisco, logo após a santa missa das 16h na Quadra da Gruta, no primeiro dia de novenas. Segundo a paróquia, essa tradição é realizada há mais de um século, mais precisamente há 127 anos, e, a Romaria de Codó, do Maranhão, com mil romeiros em 20 ônibus, a maior de outro Estado, há décadas participando dos festejos.

Nestes 11 dias de festejos foram realizados novenários todas as noites, na Praça dos Romeiros. A celebração de encerramento, na última noite de louvor a São Francisco, teve como subtema "A igreja reconhece a santidade de São Francisco". O pregador foi o Ministro Provincial Frei João Amilton, abençoando os romeiros que preferiram ficar para acompanhar a procissão de encerramento. Os dois abrigos da Paróquia, o de São Francisco, com capacidade para quatro mil romeiros e o de Santo Antônio, com 1.500, ficaram lotados. Os hotéis da cidade também. Muitos se arrancharam nas praças.

Nenhum incidente grave foi registrado durante as festividades. Além da segurança, reforçada com o aumento do efetivo da Polícia Militar, uma equipe de 50 profissionais da Secretaria Municipal de Saúde, incluindo médicos, enfermeiros, auxiliares, agentes de saúde, técnicos e motoristas, encerram a assistência aos romeiros neste dia, atendendo uma reivindicação do pároco e reitor do Santuário de São Francisco, frei Marconi Lins.

Significado especial

Sobre a festa deste ano em Canindé, o pároco franciscano ressaltou o seu significado especial, se referindo, além da celebração dos 200 de criação da Paróquia de São Francisco das Chagas, também o centenário da consagração da matriz como Santuário. "São Francisco era um homem feliz por ser filho desta Igreja de Jesus Cristo. Toda sua vida foi seguir Jesus e testemunhá-lo, vivendo uma vida humilde, comprometida com os pobres e enfermos, dando sentido à vida de muita gente que não tinha mais sentido para viver e cuidando com carinho de tudo o que Deus criou, pois era grande seu amor pela criação", ressaltou.

Saiba mais

Programação de encerramento

4 de outubro - Dia de São Francisco

9 horas - Missa santa na Quadra da Gruta

17 horas - Procissão Praça da Basílica

5 de outubro

12 horas - Arreamento da bandeira

FONTE: Jornal Diário do Nordeste

0 Comentário (s)