PUBLICIDADE

Visita de Lula a Quixadá é marcada por homenagens e popularidade

Postado por: Sert News

31/08/2017 às 13h21 atualizado em 31/08/2017 às 13h21

Visita de Lula a Quixadá é marcada por homenagens e popularidade
Divulgação >> Internet

Demorou, mais de duas horas, mas quando o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva subiu ao palco montado na Praça José de Barros, no Centro de Quixadá, por volta das 20 horas desta terça-feira (29) a multidão que aguardava assistindo shows musicais, na maioria trabalhadores e caravanas de praticamente todas as regiões do Ceará fez coro: Lula, você é o nosso guerreiro ! Lula, você é o nosso guerreiro !

Acompanhado do governador do Estado, Camilo Santana, do prefeito de Quixadá, Ilário Marques, do senador José Pimentel, dos deputados federais Odorico Monteiro, José Guimarães e Luziane Lins, dos estaduais Rachel Marques, Osmar Baquit, e do diretório do Partido dos Trabalhadores (PT) Lula assistiu apresentações de sanfoneiros mirins e recebeu várias homenagens políticas e de movimentos sociais.

Dentre as muitas honrarias o ex-presidente recebeu a Medalha Rachel de Queiroz, do presidente da Câmara de Vereadores de Quixadá, Ivan Construções, e títulos de cidadania de Massapê e de Iguatu. Logo no início Lula recebeu um abadá de africano da Guiné Bissau, aluno da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab) em Redenção.

Os discursos mais aplaudidos no ato político foram do governador Camilo Santana , do prefeito Ilário Marques do do senador José Pimentel, mas a representante da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Graça Costa, além do próprio Lula, foi o mais inflamado. Quando anunciou a coleta de milhões de assinaturas para derrubar na Justiça a Reforma Trabalhista a líder classista recebeu muitos aplausos.

Quando iniciou o seu discurso Lula pediu paciência ao público de cerca de 40 mil pessoas, pois estava se recuperando de um câncer na garganta. Quando começava a falar a multidão fazia silêncio. Além de destacar as realizações sociais ao longo de 12 anos, incluindo a sua gestão e da ex-presidente Dilma Rousseff, atacou os adversários políticos como “golpistas”, acompanhando o discurso de trabalhadores.

Visita ao campus do IFCE

Quando chegou em Quixadá acompanhado de um comboio de ônibus e dezenas de automóveis, por volta das 16 horas, Lula seguiu direito para o Instituto Federal de Educação Ciências e Tecnologia do Ceará (IFCE), no entorno do Açude Cedro, onde foi recebido por alunos desta unidade de ensino e também da Universidade Federal do Ceará (UFC). Os dois campus foram erguidos na gestão do ex-presidente.

Super Moro irrita petistas

O boneco inflado na Praça Coronel Nanan irritou simpatizantes do ex-presidente Lula.

O único incidente registrado pela Polícia durante a passagem de Lula por Quixadá ocorreu na Praça Coronel Nanan, também conhecida como Praça dos Crentes, onde um enorme boneco inflável, o Super Moro, referencia ao juiz federal responsável pela apuração da Operação Lava-Jato, foi instalado em protesto ao visitante.

Conforme o comandante do 9º Batalhão da Polícia Militar (BPM) de Quixadá, coronel Ednardo Calixto, militantes que seguiam à pé para a Praça José de Barros, não gostaram da provocação e tentaram tirar o boneco. Alguns mais impacientes tentaram furá-lo à faca, mas a situação foi contornada. Ninguém foi preso.

O ex-presidente nem chegou a ver o boneco. no percurso por Quixadá, além do IFCE, antes de seguir à praça, foi somente ao Hotel Vale das Pedras, sempre acompanhado de um forte esquema de segurança.

FONTE: Diário Sertão Central

0 Comentário (s)